segunda-feira , 18 de fevereiro de 2019

Cuidados com o seu animal de estimação no verão

dog-in-the-sun-1410781-638x457

Free Images

 

 

 

 

AlalaôôôôôÔ, mas que calor ôôôôôô! O verão não está fácil pra ninguém. Roupas leves, beber muita água e se alimentar bem são as recomendações para qualquer pessoa se manter saudável nessa época. Mas sabe quem também sofre com o calor? Os bichinhos. Quando está muito calor, nós suamos muito, é a maneira que o nosso corpo tem de liberar calor para não superaquecer. Os bichos, gatos e cachorros, porém, não suam e por isso talvez você não perceba, mas eles também sentem as variações na temperatura. Por isso, é importante estar atento e tomar algumas precauções para que seu bichinho continue saudável e não sofra com o calor.

Em casa

Espalhe bebedouros pela casa, nos locais em que seu bicho mais gosta de ficar, sempre observando para não deixar a água exposta ao sol. Cuide para sempre deixar água fresca disponível. Uns cubinhos de gelo vão agradar seu pet. Para os gatos, disponibilizar bebedouros elétricos ou fontes, vai incentivá-los a ingerir mais líquido, pois eles preferem água corrente. Se seu pet ficar ofegante, uma dica é enrolá-lo em uma toalha molhada e deixá-lo perto do ventilador por um tempinho até a temperatura baixar. Se isso não ajudar, leve-o ao veterinário o mais rápido possível.

Comida fresquinha sempre

Em dias de calor é comum que o seu pet sinta-se menos disposto para comer, mas caso você perceba que ele está rejeitando a comida, desconfie da ração. As rações secas podem estragar no calor e apresentarem um sabor estranho. Rações úmidas são uma boa opção para dias quentes, pois são mais agradáveis ao paladar e possuem água em sua composição, ajudando na hidratação do animal.

Passeios moderados

Passeios ao ar livre são sempre bem vindos, mas nesta época procure levar os pets para lugares frescos e arborizados. Um local com laguinho ou chafariz é uma boa opção para eles brincarem com água e se refrescarem.  Atenção para o horário. Assim como não é recomendado ficarmos expostos ao sol o dia todo, os animais também tem horário de restrição. Procure passear antes das 10h ou só depois das 18h. Lembre-se que seu bichinho não usa sapatos como você. Calçadas e asfalto muito quentes podem queimar os coxins, aquelas almofadinhas que ficam nas patas dos animais. Procure locais com grama, que não retém tanto calor. Não esqueça também de levar um bebedouro portátil para seu filhote e não deixe a água aquecer com o sol.

Passeios de carro – atenção dobrada

Ao levar seu filhote para passear de carro, certifique-se de que ele está usando o equipamento de segurança. Dê preferência por manter o ar condicionado ligado. Caso precise sair do carro, em hipótese alguma deixe o animal sozinho no interior do veículo, mesmo que estacionado na sombra. O aquecimento dentro de um carro pode levar seu bicho a ter uma hipertermia e em casos mais graves, uma parada cardíaca.

Atenção para as raças delicadas

Raças de pelagem densa como o husky siberiano e o bernese sofrem muito com o calor, podendo desenvolver até problemas de pele. Além deles, cães com o focinho achatado como o boxer, pug e buldogue já tem dificuldade na transpiração normalmente. Em dias de calor eles têm mais dificuldade em respirar. Por isso, procure deixar a sua casa bem arejada, com ventiladores e ar condicionado, se necessário. Os gatos persas também sofrem do mesmo problema. Por isso, atenção dobrada ao termômetro para evitar hipertermia!

Controle de parasitas

No verão, a proliferação de parasitas é mais intensa e o seu cuidado também deve ser. A cada três semanas é o período recomendado para reforçar a aplicação de produtos que protegem os animais de pulgas e carrapatos. Evite banhos dois dias antes e dois dias depois da aplicação.

Para cair na folia

Vai curtir o carnaval com o bichinho? Se for fantasiá-lo, cuidado com a roupa. Ela precisa ser de um material confortável e não pode ficar apertada. Recomenda-se que haja três dedos de folga para o seu pet. Procure testar a fantasia alguns dias antes, para ver se seu filhote vai se adaptar bem. Além disso, lembre-se que locais muito cheios, com muito barulho e risco de outros animais estarem presentes, pode não ser o local mais adequado para levar seu bichinho. Ele pode ficar com medo, estressado e até mesmo ficar doente. Portanto, pra brincar carnaval com seu pet, só se for em ambientes controlados, sem muito movimento, para evitar mais estresse.

Curta bastante o verão e o carnaval, mas sempre com responsabilidade! Lembre que seu bichinho está contando com você para ficar bem. Divirtam-se!

Matérias Relacionadas

Deixe uma resposta

© TeleListas 2016.