quarta-feira , 26 de julho de 2017

Primeiros passos para quem quer aprender a cozinhar

spaghetti-569067_1280

É praticamente impossível passar um dia sem ver fotos de comida nos feeds das redes sociais. Parece que todo mundo resolveu cozinhar e fazer os pratos mais incríveis da alta culinária, enquanto você ainda não sabe nem fazer o básico feijão com arroz? Calma, não é bem assim. Com a alta exposição da vida das pessoas, as redes sociais acabam dando a impressão de que todo mundo faz os pratos mais gostosos e sofisticados. Mas ninguém aprende a cozinhar sem erros e deslizes. E quem sabe um desses deslizes não acaba virando uma nova receita? Vamos dar umas dicas agora pra você que está começando a dar os primeiros passos na cozinha.

Inspire-se:

A cada dia surgem novos blogs, vlogs, aplicativos, páginas de redes sociais explicando de maneira super fácil o passo a passo de receitas. É impossível não ficar ansioso para testar as receitas que eles ensinam e isso vai ser uma injeção de entusiasmo para você correr pra cozinha.

Ferramentas importantes:

Você não precisa começar achando que tem que comprar todo o departamento de utensílios culinários, mas alguns são essenciais para facilitar sua estadia na cozinha. Acredite, uma boa faca de corte e espátulas fazem toda a diferença na hora de preparar os seus pratos. O que não pode faltar: conjunto de facas e tábua de corte, peneiras, medidores de xícaras e colheres, espátulas de silicone, colher de pau, conjunto de panelas de boa qualidade, assadeira, espremedor de alho ou pilão, avental e luvas térmicas.

Comece pelos seus pratos favoritos:

Você deve dar seus primeiros passos com pratos que você conhece bem, gerando maior envolvimento com eles. Assim você se sentirá mais seguro e terá menos chances de errar.

A receita começa na escolha dos ingredientes:

Não tem como escapar, para a comida ficar saborosa, escolher bem os ingredientes é fundamental. Isso significa que você vai passar mais tempo no supermercado e na feira. Evite frutas e legumes machucados, pois elas tem mais facilidade em estragar. Procure comprar ingredientes da estação, eles sempre são mais saborosos e mais baratos. Você não tem que comprar os ingredientes mais caros achando que tem mais qualidade, com o passar do tempo você vai perceber que muitos ingredientes de preços acessíveis possuem ótimas propriedades e sabor.

Mise en place:

Esse é um termo francês para ter todos os seus ingredientes preparados e prontos antes de começar a cozinhar (pronuncia-se mizanplas). Isso significa ter tudo limpo, descascado, cortado e medido, o que vai facilitar muito a organização e limpeza da sua cozinha, além de deixar sua atenção voltada apenas para o preparo do seu prato.

knife-384645_1280

Fogo brando vai ser o seu melhor amigo:

Baixar o fogo é quase sempre a melhor opção para cozinhar (exceto nas receitas que demandam o fogo alto, como frituras). A comida cozinha lentamente e o sabor fica mais apurado. Além de manter o fogo baixo, muita atenção, claro, para não queimar todo o seu precioso trabalho.

Separamos aqui um mini glossário, com alguns termos usados nas receitas, pra você não ficar perdido.

AL DENTE – Termo italiano que define o ponto de cozimento de massas, cereais (arroz) e hortaliças quando estas oferecem alguma resistência ao serem mordidas, apesar de estarem cozidas.

CLARIFICAR – Remover as impurezas da manteiga ou de um caldo aquecendo-os e, depois, peneirando-os.

FLAMBAR – Colocar bebida alcoólica (conhaque, whisky ou rum) em uma concha de metal de cabo largo, aquecê-la diretamente no fogo e despejar em chamas sobre o alimento.

INCORPORAR – Juntar um ingrediente ao outro com delicadeza, sem bater, até obter uma mistura homogênea, sem perder as suas características.

MARINAR – deixar um alimento (geralmente carnes, aves ou peixes) de molho em marinada (vinha-d´alhos) para que fique mais macio, impregnado pelo molho, e saboroso. A marinada pode ser composta de vinagre ou suco de limão ou, às vezes, de vinho aromatizado com vários temperos, como cebola, alho, azeite, louro e salsinha.

PÃO DURO – Espátula culinária. Tem esse nome porque não deixa se perder nada nas tigelas.

REDUZIR: Ferver em fogo brando para diminuir a quantidade de molho ou caldo. O mesmo que apurar.

REFOGAR – Fritar cebola, tomate e temperos em óleo ou manteiga.

SALTEAR – Corar rapidamente um alimento em fogo alto e com pouca gordura, mexendo para que não agarre nem solte água.

SELAR A CARNE – Processo muito importante para garantir a maciez e suculência (umidade) da carne. É só dourar a carne rapidamente em uma superfície bem aquecida até formar uma crosta.

Esperamos que essas dicas tenham sido úteis e que você arrase nas novas incursões na cozinha. Continue acompanhando o blog TeleListas.net para se informar sobre variados assuntos, toda semana tem coisa nova por aqui.

Você tem um curso de culinária, ou dá aulas e workshops ensinando os segredos da cozinha? Dê mais visibilidade para seu negócio e anuncie no portal TeleListas.net, o maior portal de busca por serviços, produtos e pessoas do Brasil. É simples, prático e gratuito. Clique aqui.

Deixe uma resposta

© TeleListas 2016.