segunda-feira , 5 de agosto de 2013

Como cuidar bem da sua saúde

SXC.HU

SXC.HU

Hoje, dia 5 de agosto, é o Dia Nacional da Saúde.

A preocupação com a saúde é uma realidade que ganhou grandes proporções nas últimas décadas. Cada dia mais, as pessoas estão se conscientizando sobre a importância de algumas atitudes na busca de uma vida ativa e saudável. O avanço da medicina possibilitou grandes conquistas nesse campo. Através dela, foi possível estudar os alimentos que fazem bem ao organismo, encontrar o tratamento e a cura de inúmeras enfermidades, desenvolver pesquisas relacionadas ao bem-estar humano etc. Confira a seguir 8 dicas importantes para cuidar do seu bem mais precioso: sua saúde:

1 – Alimente-se bem

Uma boa alimentação é parte fundamental de uma vida saudável. A partir do que ingerimos, podemos melhorar nossa saúde (aumentando a imunidade, o colesterol bom, a quantidade de nutrientes no organismo etc) ou atrair problemas sérios (como diabetes, colesterol e triglicérides alto, anemia etc). Por isso, invista numa alimentação balanceada e rica em nutrientes. Coma frutas, verduras e legumes à vontade. Invista também em proteínas, preferindo sempre carnes magras. Evite comidas gordurosas, açúcar e sal em excesso, refrigerantes e frituras. Ao evitar frituras e fast-food, você diminui o risco de acúmulo de gorduras em artérias e veias, impedindo risco de infarto e derrame. Evite abusar de alimentos diet (têm mais gordura) e “zero” (têm mais sódio). Carboidratos devem ser ingeridos com moderação e evitados à noite, pois sua digestão é lenta. Procure comer alimentos integrais e orgânicos, que são mais saudáveis que os refinados. É claro que não é preciso viver de dieta, com restrições eternas. Mantenha os hábitos saudáveis durante a semana e deixe para fazer alguns abusos apenas no fim de semana. Só isso já lhe ajudará a emagrecer e manter a saúde em dia.

2 – Tenha um sono de qualidade

O corpo necessita, geralmente, de oito horas diárias de sono para recuperar energias perdidas ao longo do dia, podendo variar para mais ou menos dependendo de cada organismo. No entanto, o recomendado pelos médicos é, no mínimo, 6h diárias de sono ininterruptas. A falta de sono pode aumentar a produção de hormônios do estresse, além de causar mau humor, diminuir a imunidade, aumentar a fadiga e engordar. Por isso, dê importância às horas de descanso. Evite dormir com a televisão ligada e tente dormir no silêncio e com pouca luz. Ter um colchão confortável e de qualidade também faz toda diferença. E nada de travesseiros muito altos também, que prejudicam a coluna.

3 – Exercite-se!

Praticar uma atividade física regular ajuda a emagrecer, aumenta a força e o tônus muscular, melhora a capacidade respiratória e o condicionamento físico. O ideal é fazer de três a cinco vezes por semana, de 30 a 40 minutos. Quem não gosta de academia pode optar por um esporte. Pilates, natação e dança são ótimas alternativas. O importante é não ficar sedentário, pois isso é um dos maiores fatores que contribuem para o aparecimento de inúmeros problemas de saúde. E não vale esse papo de falta de tempo, ok? Hoje em dia é possível comprar equipamentos (como uma esteira ou bicicleta ergométrica) e malhar dentro de casa, a qualquer hora do dia. Dedique apenas 30 minutos diários e veja a diferença que os exercícios físicos podem fazer na sua qualidade de vida.

4 – Frequente médicos regularmente

A prevenção é a forma mais segura e eficaz de se proteger contra sérias doenças. Ao sinal de qualquer sintoma incomum, procure o quanto antes um médico de confiança e faça os exames necessários. Muitas enfermidades são facilmente tratadas se diagnosticadas a tempo, levando à cura total do paciente. Por isso, lembre-se que o melhor amigo da boa saúde são os médicos. Procure um especialista sempre que julgar necessário. Previna-se e colabore com a sua saúde.

5 – Não beba em excesso, não fume e não use drogas

Eis aqui alguns dos maiores vilões da boa saúde. Ingerir bebidas alcoólicas em excesso provoca uma série de malefícios ao organismo, especialmente ao fígado, que fica sobrecarregado e pode desenvolver doenças como a cirrose. O cigarro é o inimigo número 1 dos pulmões e causa cerca de 6 milhões de morte por ano no mundo, devido a mais de 50 problemas que ele pode causar no corpo humano, como doenças cardíacas, circulatórias e respiratórias, entre elas o enfisema pulmonar e diversos tipos de câncer. Em cada tragada são inaladas aproximadamente 4.700 substâncias tóxicas. O perigo de um derrame ou infarto é muito mais alto em fumantes do que em não-fumantes. As drogas então, são um capítulo à parte: além de destruírem rapidamente a saúde do usuário, causam dependência, depressão e inúmeros outros males. Passe longe e não caia nesta furada.

6- Grãos integrais e oleaginosas: invista neles!

Os alimentos ricos em fibras têm sido bastante recomendados pelos pesquisadores por serem fundamentais para o organismo. Os grãos integrais, além de serem fontes de fibras, vitaminas e minerais, possuem propriedades funcionais que ajudam a prevenir diversas doenças, entre elas as doenças coronarianas. As fibras presentes nos grãos integrais são principalmente fibras insolúveis, que atuam aumentando o bolo fecal e regulando o trânsito intestinal. Estudos comprovaram que com o consumo de fibras, o tempo de presença de bactérias patogênicas no cólon é menor, diminuindo assim o risco de câncer intestinal. Aveia, farelo de trigo, semente de linhaça, chia, germe de trigo e gergelim estão entre os mais conhecidos e mais encontrados grãos integrais. Você pode consumi-los como quiser: misturando a um suco, na comida, em receitas diversas etc. Além disso, várias pesquisas vêm comprovando os benefícios que as oleaginosas podem trazer para a saúde e apontam que uma porção diária dessas frutas garante um coração mais protegido, combate o envelhecimento precoce a até contribui para a perda de peso. Castanha do Pará, nozes e amêndoas são as mais saudáveis. Escolha sua preferida e coma uma por dia.

7 – Evite o estresse a todo custo

O estresse deve ser considerado um veneno para o corpo. Quando você vive estressado, aumenta a produção de catecolaminas e cortisol, que provocam depressão, aumento do colesterol, triglicérides e do açúcar no sangue. Isso acontece porque o organismo reage como se estivesse em perigo. O estresse inibe a serotonina – substância que nos dá a sensação de prazer e é liberada quando fazemos exercícios, nos divertimos e fazemos sexo. Muitas doenças são causadas pelo estresse – desde reações nervosas até derrame e infarto. Por isso, tente levar os problemas da forma mais leve possível – isso inclusive ajuda a resolvê-los mais rápido. Conte até dez, seja gentil e tenha paciência. Isso é bom para você e para o mundo. Se tiver complicado, procure tirar uns dias de folga, faça terapia ou procure fazer no tempo livre alguma atividade que lhe dê prazer. Renove as energias e equilibre sua vida!

8 – Não se automedique

Tomar remédios por conta própria é um grande perigo para a saúde. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o percentual de internações hospitalares provocadas por reações adversas a medicamentos ultrapassa 10% no mundo. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ligada ao Ministério, intensifica anualmente a publicidade, alertando para os riscos da automedicação. No caso dos antibióticos, por exemplo, tomar por conta própria e indiscriminadamente pode promover uma ineficiência do remédio em casos onde realmente é necessário o seu uso, tornando o organismo e as bactérias “imunes” aos seus efeitos. Além disso, escolher um remédio por conta própria pode agravar muito a doença. Por isso, não se automedique: procure um especialista e siga suas orientações.

Siga essas dicas e cuide-se.

Trate sua saúde com a dedicação que ela merece. =)

Matérias Relacionadas

Os comentários estão desativados.

© TeleListas 2019.