segunda-feira , 18 de fevereiro de 2013

Dicas para um acampamento sem estresse!

Dicas de acampamento sem estresse - TeleListas.net

O verão está aí, e uma boa pedida para curtir os dias de sol é acampar. O tempo é favorável (dias abertos e sem chuva) e há dezenas de lugares lindos no Brasil com praias e cachoeiras por perto para montar acampamento. No entanto, apesar de ser um programa super bacana, é preciso se programar e seguir algumas dicas para não passar perrengue e tornar sua viagem um verdadeiro pesadelo.

Para começar, é bom saber que acampar é coisa pra quem gosta de natureza, simplicidade e aventura. Embora hoje já exista alguns campings mais modernos, com banheiros coletivos equipados com chuveiros elétricos e até cozinhas onde se pode preparar as refeições, dormir numa barraca não é o programa mais confortável e prático do mundo. Algumas situações adversas, como chuva, insetos e calor, podem acontecer e é preciso saber lidar e até mesmo relevar algumas delas. As oscilações climáticas, por exemplo, não há muito como prever e evitar. Mas, no caso dos insetos, um bom repelente já resolve o problema.

Primeiramente, é muito importante planejar o roteiro da viagem e obter informações sobre o camping em que pretende ficar. Se sua intenção for fazer uma trilha e acampar em um lugar sem estrutura (camping selvagem), pesquise muito bem a região e leve um mapa. Tenha muito cuidado e procure saber se o local é seguro. Não acampe também em lugares muito próximos a cachoeiras e mar, evitando a possibilidade de uma inundação atingir sua barraca. O ideal é sempre montar as barracas em lugares elevados e planos. Além disso, tenha o cuidado de olhar as árvores que estão em cima da onde você pretende alocar sua barraca também, para não correr o risco de uma jaca cair na sua cabeça enquanto você está lá dentro dormindo, por exemplo.

Veja abaixo algumas dicas para acampar sem passar sufoco.

– A primeira coisa a se pensar é na barraca. É preciso calcular o seu tamanho ideal, verificar o material (se é realmente impermeável) e se ela não apresenta rasgos e furos. Em uma barraca para 2 pessoas, por exemplo, cabem apenas 2 pessoas, sem mochilas. Pense nisso para ter o mínimo de conforto. E, antes de sair de casa, confira se todos os itens estão dentro da caixa.

– Escolha roupas leves e confortáveis, além de um bom casaco, caso o tempo vire. Não exagere, leve apenas o necessário para não ficar carregando peso à toa. O mesmo vale para os objetos de higiene pessoal e sapatos.

– Forre o chão com uma lona, para diminuir a friagem, isolar a grama ou a areia e também para se proteger da chuva, evitando que entre água na sua barraca. Mas é importante não deixar a lona ultrapassar os limites da barraca, pois isso permite que a água escorra lá pra dentro.

– Para dormir, leve colchões infláveis ou sacos de dormir. Os primeiros são bem mais confortáveis e protegem mais da friagem do chão, mas ocupam um espaço maior e precisam de cuidado para não furar (aliás, se for levar um desses verifique se não há rasgos e furos antes de sair de casa). Já os sacos de dormir são menores, mais leves e práticos. No entanto, proporcionam um conforto bem menor. Avalie a melhor opção pra você.

– Escolha bem a direção da entrada: essa pode ser a diferença entre dormir com um ventilador natural ou numa sauna. Fique atento à direção do vento e a posição do sol pela manhã.

– Se for possível, leve uma caixa térmica para melhor armazenar os alimentos e bebidas. Eles ficarão protegidos do calor, umidade e também de animais. Não leve nada que azede facilmente, procure levar alimentos leves, rápidos e práticos, como macarrão instantâneo, biscoitos, frutas e barras de cereal. Carne de soja é uma boa opção à proteína animal e não precisa ser guardada em isopor. Para beber, não esquecer de levar muita água é fundamental: ela hidrata seu corpo e repõe os líquidos que você perde durante o dia.

– Nunca deixe a barraca aberta: além de insetos, animais podem entrar e causar um enorme transtorno, já que podem ser venenosos. Se possível, utilize cadeados para evitar roubos, principalmente em locais muito cheios. É preciso ter muito cuidado com fogueiras também: ascenda-as a uma distância segura da barraca, dos equipamentos e da mata. Não dê bobeira!

– Proteja tudo que não pode ficar exposto ao sol excessivo, inclusive você mesmo. Use protetor solar o dia todo e proteja objetos como câmeras fotográficas, pilhas e celulares.

– Não deixe lixo e sacos plásticos no local. Eles poluem o meio ambiente, levam anos para se decompor e podem atrair insetos e animais desagradáveis.

– Use tênis! Ele é o calçado mais seguro para fazer trilhas com conforto e praticidade. Não compre um novinho para levar, já que ele pode causar bolhas. Escolha um tênis que você já tenha bastante confortável e não esqueça de usá-los com meias nas caminhadas. Se o local da trilha for perigoso, prefira usar galochas.

– Caso esteja acampando em um camping selvagem, que não possui nenhuma infraestrutura, prepare-se para providenciar objetos como: lanterna ou lampião, fogareiro, faca, botijão de gás pequeno, isqueiro ou fósforo e toldo, além dos essenciais em qualquer tipo de acampamento (como a barraca e o saco de dormir).

– Faça pequenas valas em torno da sua barraca, para que elas possam reter a água da chuva e impedir que entre água no local que você está dormindo.

– Uma última dica: colocando uma colher de chá de sal de cozinha por litro de água em seu cantil, você aumenta a quantidade de sais minerais presentes em seu organismo, possibilitando uma maior hidratação.

Veja no site do Camping Clube a lista com os campings mais conhecidos do Brasil e escolha o seu para conhecer no próximo fim de semana. Leve a família ou os amigos e divirta-se!

Siga essas dicas e tenha uma viagem tranquila e inesquecível.

Bom acampamento! =)

Matérias Relacionadas

Os comentários estão desativados.

© TeleListas 2019.