quarta-feira , 16 de janeiro de 2013

55% dos brasileiros não estão satisfeitos com seu salário, segundo enquete

Enquete Satisfação no Trabalho - TeleListas.net

Pesquisas recentes mostram que 6 em cada 10 brasileiros estão insatisfeitos com seu trabalho. Pelos mais variados motivos, grande parte dos profissionais não se sente plenamente satisfeitos com sua carreira. E com a falta de motivação, o funcionário realiza seu trabalho por mera obrigação, sem que haja nenhuma satisfação, o que é refletido nos resultados e na produtividade do indivíduo. Além disso, essa insatisfação também pode causar efeitos biológicos: alguns desenvolvem gastrite, estresse, insônia etc.

É preciso entender que existem fases boas e ruins na carreira profissional e até mesmo na própria empresa. O problema maior acontece quando o período de infelicidade se estende por muito tempo e começa a influenciar a qualidade de vida do indivíduo, que se sente constantemente desmotivado e frustrado. Isso porque, além dos prejuízos profissionais, passar 1/3 do dia num ambiente de trabalho que não te satisfaz ou te estimula também pode produzir reflexos negativos na sua vida pessoal e na relação familiar.
Para saber um pouco mais sobre esse assunto, perguntamos em nossa última enquete:

Qual a sua maior insatisfação no trabalho?

Meu chefe. : 102 (13,39%)
Meu salário. : 423 (55,51%)
Minha rotina, não gosto da minha profissão. : 112 (14,70%)
Não tenho, amo o meu trabalho. : 125 (16,40%)

Foram 762 votos ao total. Com mais da metade dos votos, mais precisamente 55%, a alternativa “Meu salário” ficou em primeiro lugar na nossa enquete. De fato, a remuneração é quase sempre a principal reclamação dos profissionais, que se sentem desvalorizados e mal recompensados pelo trabalho que exercem. Para conseguir uma boa colocação no mercado de trabalho, hoje os indivíduos procuram se especializar cada vez mais em suas áreas, aumentando sua qualificação e, conseqüentemente, a chance de conseguir um emprego que pague um bom salário.

As outras três opções da enquete tiveram um resultado bastante próximo em relação aos votos. Em segundo lugar, com 16% dos votos, ficou a alternativa “Não tenho, amo o meu trabalho”, que reflete a opinião daqueles que estão plenamente satisfeitos com seu emprego, tanto em relação à função que exercem quanto em relação ao salário, equipe, etc.

Em terceiro lugar ficou “Minha rotina, não gosto da minha profissão”, com 14% dos votos. Os votantes dessa opção são os indivíduos que não gostam do trabalho que exercem, não se identificam com a área em que atuam e não são felizes em sua rotina de trabalho por conta disso. Este problema afeta muitos indivíduos que ainda não se “encontraram” profissionalmente, descobrindo sua verdadeira vocação e paixão na carreira. Essa frustração geral é um problema mais sério, já que para solucioná-la é preciso uma mudança mais radical, como fazer uma nova faculdade ou se aventurar num ramo desconhecido.

Já em último lugar, com 13% dos votos, ficou a alternativa “Meu chefe”, que reflete a insatisfação dos funcionários que não conseguem ter uma relação amigável e saudável com seus superiores, seja pelo motivo que for. Esse problema de convivência é um grande peso no ambiente de trabalho, que, com o tempo, pode se tornar algo insustentável.

Em nossa próxima enquete queremos saber: Alguns serviços lideram o ranking de reclamações no Procon. Qual desses serviços você considera mais ineficiente e problemático?
Entre no TeleListas.net e dê o seu voto!

Matérias Relacionadas

Os comentários estão desativados.

© TeleListas 2019.