quarta-feira , 14 de novembro de 2012

Dia Nacional de Combate ao Diabetes

Hoje, dia 14 de novembro, é o Dia Nacional de Combate ao Diabetes.

Esta doença silenciosa e perigosa que já atingiu cerca de 10 milhões de brasileiros, segundo o Ministério da Saúde, consiste na incapacidade do pâncreas em produzir a quantidade de insulina necessária e, consequentemente, causa um aumento anormal do açúcar (glicose) no sangue. Essa elevação da glicose – chamada de hiperglicemia – pode causar vários prejuízos à saúde do indivíduo, caso não seja controlada, como amputações, cegueira e até a morte.

Algumas medidas podem ser tomadas durante a vida para evitar desenvolver este problema. Hábitos de vida saudáveis, controle do peso, alimentação balanceada, prática de exercícios físicos e visitas regulares ao médico para acompanhar a taxa glicêmica são fundamentais. O mito de que comer açúcar causa diabetes é comumente aceito pelas pessoas, mas pesquisas mostram que isso não é verdade. Comer açúcar não tem nada a ver com o desenvolvimento de diabetes. O aumento de peso sim, é um dos facilitadores do desenvolvimento da doença, que pode aparecer em qualquer idade.

Conheça melhor os tipos de diabetes:

Tipo 1: mais frequente em crianças e adolescentes que desenvolvem anticorpos contra o próprio pâncreas.
Tratamento: insulina injetável

Tipo 2: mais frequente em obesos, idosos e em pessoas com genética favorável. Essas pessoas tem resistência à insulina e o metabolismo da acaba necessitando de uma quantidade ainda maior da substância. Estima-se que 60% a 90% dos portadores da doença sejam obesos.
Tratamento: hipoglicemiantes orais, em comprimidos e injetáveis

A diabetes do tipo 2 tem alta incidência na velhice e o risco da doença aumenta com a idade. Já o diabetes tipo 1 é comum em crianças e é raro acima dos 30 anos. O tipo 2 é quase dez vezes mais comum que o tipo 1. Os diabéticos precisam de uma alimentação específica e adequada: doces, açúcar refinado e frituras devem ser cortados do cardápio porque aumentam a absorção de insulina e a glicemia tende a subir. Além disso, é preciso reduzir pela metade os carboidratos. Alimentos integrais e diets são indicados, assim como saladas verdes e frutas como melão, abacaxi e melancia.

É importante lembrar que trata-se de uma doença crônica, que não tem cura e que vai acompanhar o indivíduo pelo resto de sua vida. Por isso, o controle do problema é tão importante. Nunca é tarde para descobrir e tratar a doença. Sintomas como vontade de urinar diversas vezes, cansaço inexplicável, sede excessiva, aumento do apetite, perda de peso, visão embaçada, cãimbras e formigamento nos pés são sinais de alerta para o diabetes. Se tiver alguns desses sintomas, procure o quanto antes um endocrinologista.

Não de a chance do diabetes causas sérios danos à sua saúde.
Cuide-se! =)

Matérias Relacionadas

Os comentários estão desativados.

© TeleListas 2019.