quarta-feira , 7 de novembro de 2012

87% das pessoas afirmaram não gostar de reality shows

Os reality shows são programas de TV baseados na vida real, onde os participantes estão ali, teoricamente, para mostrar como são na sua intimidade, como agem convivendo com pessoas diferentes e como reagem nas mais diversas situações. O enredo desse tipo de programa não é ficcional, ou seja, não possui uma estrutura previamente montada. A proposta é que tudo aconteça da forma mais natural possível, aproximando-se da realidade.

O primeiro reality show, no formato em que conhecemos hoje, foi a série “An American Family”, transmitida em 1973 nos EUA. A série ficou famosa por lidar com o divórcio em uma família, e ainda pela revelação de que um dos filhos era homossexual. No Brasil, pode-se dizer que a “moda” dos reality shows começou com o programa “No Limite” em 2000, baseado em “Survivor”, um programa norte americano de competição. Em 2001, foi criado o programa “Casa dos Artistas”, fenômeno notável de audiência do SBT. Em 2002, surgiu o maior expoente deste gênero no Brasil, o programa “Big Brother Brasil“, da TV Globo, com 12 pessoas desconhecidas confinadas em uma casa. Já em 2009, a TV Record lança “A Fazenda”, versão brasileira de “The Farm”, onde os participantes vivem o cotidiano de uma fazenda. Após isso, muitos outros reality shows foram lançados no Brasil, como os de gênero musical (“Fama”, “Ídolos”, “The Voice Brasil” etc), de competição (“O Aprendiz”, “Hipertensão”, “The Ultimate Fighter Brasil” etc) e de comportamento (“Troca de Família”, “Esquadrão da Moda”, “Mulheres Ricas” etc).

No entanto, apesar desse gênero ter se destacado bastante no Brasil nos últimos anos, muita gente não gosta dos realities. Muitos criticam dizendo se tratar de uma realidade dissimulada e manipulada. Os críticos defendem que, apenas pelo fato de estar exposta a uma câmera e a milhões de pessoas, as pessoas não conseguem agir de forma totalmente natural. Nos próprios programas, os participantes acusam uns aos outros de “estarem usando máscaras” e “não serem verdadeiros”. Além disso, há quem questione se realmente não há nenhum roteiro programado por trás desses programas, onde cada participante já sabe como deve agir e o que deve falar. Assim, de “show da realidade” mesmo não sobra quase nada.

Para saber um pouco mais sobre a opinião das pessoas em relação a isso, perguntamos em nossa última enquete:

Os reality shows, de diversos segmentos, não param de fazer sucesso no Brasil. O que você acha desse tipo de programa?

Eu gosto. Acho interessante ver o comportamento das pessoas em suas vidas reais. : 159 (12,86%)

Não gosto. Acho que de realidade não há quase nada, as pessoas mudam em frente às câmeras e há muita manipulação. : 1077 (87,14%)

Foram 1236 votos ao total. Com uma grande vantagem, a opção “Não gosto. Acho que de realidade não há quase nada, as pessoas mudam em frente às câmeras e há muita manipulação” ficou em primeiro lugar em nossa enquete, com 87,14%. Surpreendentemente, a maioria dos votantes afirmou não se interessar por este tipo de programa por achar que ele não representa, de fato, a realidade. Apesar da boa audiência dos reality shows no Brasil, parece que muita gente está mudando de opinião em relação a este gênero. Com apenas 12% dos votos, a opção “Eu gosto. Acho interessante ver o comportamento das pessoas em suas vidas reais” ficou em último lugar, representando aqueles que gostam assumidamente dos realities e que acreditam que não há manipulação quanto ao seu conteúdo.

Com esse resultado surpreendente fica a pergunta: será que os brasileiros realmente não curtem e não vão mais assistir aos antigos e novos reality shows que virão por ai?

Em nossa próxima enquete queremos saber: “Um dos assuntos mais comentados da semana são as eleições nos EUA, disputada pelo democrata Barack Obama e o republicano Mitt Romney. Se você pudesse votar, quem você escolheria?”

Entre no TeleListas.net e dê o seu voto!

Matérias Relacionadas

Os comentários estão desativados.

© TeleListas 2019.