segunda-feira , 28 de maio de 2012

Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher

Hoje, dia 28 de maio, é comemorado o Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher. A data foi criada em 1984, no IV Encontro Internacional Mulher e Saúde, na Holanda. Já em 1987, no V Encontro Internacional Mulher e Saúde, a Rede de Saúde das Mulheres Latino-Americanas e do Caribe sugeriu que todos os anos, no dia 28 de maio, um problema de saúde feminino fosse escolhido para que se criassem medidas políticas de controle a ele. No Brasil, no ano de 1988, foi decretado que este dia seria também o Dia Nacional de Redução da Morte Materna.

É muito importante que toda mulher zele pela sua saúde. Antes de ser mãe, esposa, dona-de-casa, empresária ou o que quer que seja, ela é uma mulher, que precisa de cuidados. Por isso, visitar o médico regularmente é fundamental para a manutenção da boa saúde. Duas doenças com as quais deve-se ter muito cuidado são o câncer de mama e o câncer de colo de útero que, quanto antes forem diagnosticados, maiores as chances de cura da paciente. Segundo o INCA, pelo menos um terço dos casos novos poderiam ser prevenidos. E só o câncer de mama gera 49 mil novas vítimas por ano.

Se você tem 40 anos ou mais, realize o exame clínico das mamas anualmente. Se tiver de 50 a 60 anos, realize também a mamografia a cada dois anos. Esses exames são recomendados mesmo que você não perceba nenhum sintoma, pois só através deles é possível ter a segurança de que nada está anormal. Se sua mãe, irmã ou filha teve câncer de mama antes dos 50 anos de idade, as chances de você desenvolver a doença são maiores. Quem já teve câncer em uma das mamas ou câncer de ovário, em qualquer idade, também deve ficar atenta. Nesses casos, o exame clínico das mamas deve ser realizado anualmente a partir dos 35 anos de idade. Faça diariamente o exame de toque das mamas, apalpando-as em torno dos mamilos e, caso sinta algo de errado, visite o mais rápido possível um mastologista.

Outra medida importante para a saúde de toda mulher é freqüentar um bom ginecologista, que é o médico responsável pela saúde íntima e dos órgãos reprodutores. Ele também acompanha a gestação de mulheres grávidas, oferecendo atenção e cuidados necessários para uma gravidez saudável, tranquila e segura. Na hora do parto, procure um obstetra de confiança. Além disso, manter uma alimentação saudável e equilibrada, não fumar ou beber em excesso e fazer exercícios físicos são três medidas importantíssimas para a saúde.

Mulheres, cuidem-se!

Matérias Relacionadas

Os comentários estão desativados.

© TeleListas 2019.