segunda-feira , 23 de janeiro de 2012

Dicas para curtir um verão cheio de saúde!

Com a chegada do verão e das férias, estamos sujeitos a cometer vários descuidos que podem prejudicar nossa saúde. Todos nós sabemos que o uso do protetor solar é fundamental ao se expor ao sol, principalmente nos meses de verão. Ele traz diversos benefícios e o principal deles é evitar o câncer de pele, provocado pelos raios ultravioletas, além de evitar o envelhecimento precoce da pele. Pessoas muito brancas, idosos e crianças devem ter a atenção redobrada quando o assunto é exposição ao sol, pois eles estão no chamado “grupo de risco”, aquele que mais pode sofrer com os efeitos dos raios solares.
Entretanto, não é apenas com a pele que devemos ter cuidado no verão. A alimentação, os olhos e o corpo precisam de diversos cuidados para não sofrer com os males que podem chegar junto com a estação mais esperada do ano.

O ideal é que o protetor solar (de preferência com o FPS maior que 30) seja passado pelo menos meia hora antes de se expor ao sol, e deve ser renovado a cada 2 horas. Apesar de hoje em dia a maioria dos protetores serem à prova d’água, com o tempo é necessário que se passe uma nova camada para garantir uma proteção completa e eficiente. Além disso, os especialistas recomendam o uso de um protetor solar com FPS 50 no rosto, devido ao fato do mesmo possuir uma pele mais fina e vulnerável que o resto do corpo. É importante também ficar de olho no relógio: o horário de sol recomendado é antes das 10h da manhã e após as 16h da tarde (o que no horário de verão significa até às 11h e após as 17h), quando a incidência dos raios solares é menor e menos agressiva.

Existem algumas doenças que são propícias de se desenvolver no verão, devido à umidade, ao calor e ao ambiente de praia. É importante ter cuidado com os fungos e as micoses, que adoram dar o ar da graça nessa época. O aumento da transpiração, o contato com a areia de praia, o mar e piscinas contaminadas são fatores que favorecem o aparecimento de doenças de pele, como as micoses. As mulheres devem ficar atentas a candidíase, doença vaginal causada por um fungo. Nos meses de calor excessivo no verão, o calor e a umidade no local propiciam o desenvolvimento do fungo, que se multiplica causando intenso desconforto. Para prevenir, use calcinhas de algodão de cores claras e evite usar calças jeans ou qualquer outro tecido que não deixe o local arejado. Use e abuse de saias e vestidos e faça uma higiene íntima completa com sabão neutro e água fria.

Existem alguns cuidados que podem nos ajudar a sair ileso desses meses de calor. Aí vão algumas dicas: use chapéu (na praia ou na rua, o importante é se proteger do sol); use protetor solar diariamente, mesmo em dias nublados; tenha cuidado com as superfícies refletoras, como a areia e a água; mantenha as crianças pequenas o mais longe possível do sol direto; use roupas leves e arejadas, que farão você transpirar menos e beba bastante líquido, de preferência água.

Não devemos esquecer também de proteger os olhos dos raios solares, pois eles podem desenvolver doenças como a catarata. O uso de óculos de sol adequado reduz em aproximadamente 99% a incidência dos raios UV sobre os olhos. A conjuntivite é outra doença ocular que se propaga com facilidade no verão. Causada pela inflamação da conjuntiva, ela pode ser provocada por vírus ou bactérias. A contaminação se dá através de objetos contaminados ou ambiente propício onde haja alguém com a doença, como clubes, escolas, praias e etc.

Outro perigo do verão é a desidratação. Nessa estação, com o calor intenso, o corpo, para manter sua temperatura, recorre à transpiração, que consiste na perda de água do corpo para o meio ambiente. Essa água precisa ser reposta o quanto antes, para que não haja a desidratação do corpo. Por isso é tão importante beber muito líquido nessa época, principalmente água, sucos naturais, isotônicos e água de coco. Em casos de desidratação, recomenda-se o uso do soro caseiro, que é preparado com água filtrada, sal e açúcar. Ele deve ser ingerido em pequenas quantidades, várias vezes ao dia, para que haja a re-hidratação do corpo.

Uma última dica refere-se à alimentação: evite comer comidas muito gordurosas e pesadas. Intoxicações alimentares e gastrenterites são muito comuns nessa estação, pois há o hábito de fazer refeições fora de casa. Além disso, o calor excessivo azeda mais facilmente os alimentos, o que causa intoxicações. Uma alimentação balanceada é importante para manter o funcionamento adequado do organismo, e deve conter todos os nutrientes necessários: carboidratos, açúcares, proteínas, gorduras, vitaminas, sais minerais, fibras e líquidos. Mais algumas dicas: Coma muitas frutas, verduras e legumes; Evite longos períodos de jejum, procure fazer entre 4 e 6 refeições por dia; Evite o consumo de enlatados, produtos industrializados e embutidos; Se estiver na dúvida sobre a procedência ou a qualidade dos alimentos, não corra o risco; Não consuma alimentos vendidos por ambulantes na praia, como camarões, ostras, salgados e sanduíches (eles estão diretamente expostos ao sol e o risco de estarem estragados é muito grande); Não abuse dos temperos fortes e exóticos; não coma excessivamente e, por último, não faça dietas radicais do tipo “perca 5 kg em uma semana” pois essas dietas privam o organismo de diversos nutrientes essenciais à saúde.

Tomando alguns cuidados é possível aproveitar da melhor forma a estação mais caliente do ano!
Siga essas dicas e se jogue nesse verão! =)

Matérias Relacionadas

Os comentários estão desativados.

© TeleListas 2016.