quarta-feira , 2 de janeiro de 2019

Como cuidar da pele no verão e escolher o protetor solar ideal

Everystokphoto

Everystokphoto

No verão e especialmente com o calor intenso que tem feito em todo o Brasil, os especialistas não cansam de alertar sobre os perigos dos raios ultravioletas para a saúde. Os raios UVA e UVB são emitidos pelo sol, e durante esta época do ano o nível de radiação é ainda maior, exigindo maiores cuidados. A escala vai de 1 a 16, e a partir do 11 já é considerado estado de alerta. Nos últimos dias, a radiação tem batido os níveis mais altos, entre 14 e 16. Conheça mais os perigos dos raios ultravioletas:

UVA: É absorvido até as camadas mais internas da pele. É responsável pelo envelhecimento precoce e pode causar câncer de pele. Além disso, tem importante participação nas alergias.

UVB: Ainda mais cancerígeno que o UVA, os raios UVB atingem apenas a parte mais superficial da pele, podendo causar vermelhidão, insolação e até queimaduras graves. Sua incidência é maior entre 10h e 16h.

Agora que você já conhece melhor o perigo, veja quais são os cuidados que se pode ter para proteger a pele do sol:

Escolhendo o protetor solar

1 – Qual FPS é o mais indicado?

Todo filtro solar tem um número que determina o seu FPS, que pode variar de 2 a 100 (nos produtos comercializados no Brasil). Na verdade, o FPS (Fator de Proteção Solar) dos protetores até possuem valores diferentes, mas isso não está relacionado à proteção em si, e sim ao tempo de exposição ao sol sem que seja perdida a eficácia do produto. A pele, quando exposta ao sol sem proteção, leva um determinado tempo para ficar vermelha. Quando se usa um filtro solar com FPS 15, por exemplo, a mesma pele leva 15 vezes mais tempo para ficar vermelha. Já se for usado um filtro com FPS 30, levará 30 vezes mais tempo para ficar vermelha. E assim por diante. A partir do FPS 15, o bloqueio dos raios UVB é o mesmo para todos, seja um protetor de FPS 15 ou 60. O que muda mesmo é o tempo de duração do produto na pele com a devida proteção.

2 – Tipo de pele

Para peles secas, o ideal é escolher um protetor solar em creme ou loção. Já quem tem pele oleosa deve optar pelas loções oil-free ou em gel. Assim, é possível evitar problemas como surgimento de cravos e espinhas ou ressecamento. Além destes, também há os em aerosol, que são de mais fácil e rápida aplicação, embora o método desperdice um pouco o produto. Pergunte ao seu dermatologista qual é o tipo de loção mais adequado à sua pele.

3 – Algumas especificações do rótulo

· Anti UVA e UVB: filtros que protegem contra os raios ultravioleta A e ultravioleta B.

· Hipoalergênico: utiliza substâncias que não provocam alergias.

· PABA Free: filtros que não contém a substância PABA, que tem alto poder de causar alergias.

· Oil free: não contém substâncias oleosas. São os mais indicados para pessoas de pele oleosa ou com tendência à formação de cravos e espinhas.

· Não comedogênico: filtros que não obstruem os poros, evitando assim a formação de cravos. São também indicados para pessoas de pele oleosa e com tendência à formação de cravos e espinhas.

Filtro solar ou bloqueador solar?

Ambos possuem basicamente a mesma função, que é proteger a pele contra os raios ultravioletas. No entanto, há uma diferença entre eles. Os filtros solares possuem em sua composição substâncias que absorvem a radiação UVA e UVB e a transformam em luz visível, inofensiva para a pele. Ou seja, são uma barreira química contra os raios. Já os bloqueadores solares oferecem uma barreira física, impedindo que os raios sejam absorvidos pela pele. Desta forma, ele funciona refletindo-os. Em geral, apresentam em sua composição óxido de zinco ou dióxido de titânio, eficientes em proteger da radiação UVA e da UVB. Sua desvantagem é que ele é opaco e forma uma grossa camada sobre a pele, sendo mais difícil de espalhar e deixar “invisível”. Além disso, bloqueia os poros da pele, o que favorece o surgimento de espinhas.

Pegue sol apenas no início da manhã ou no final da tarde

Nestes períodos a incidências dos raios é menor e o sol está mais brando. Por isso, deixe para curtir a praia apenas nesses horários. Se for passar o dia inteiro, tenha o cuidado de ficar à sombra e, mesmo assim, passe protetor solar.

Passe filtro solar todos os dias pela manhã

Passar protetor antes de sair de casa é fundamental para proteger a pele, mesmo quando não vamos nos expor ao sol propositalmente. Esta dica vale principalmente para a pele do rosto, que é mais fina e sensível. Por isso, torne esse ritual um hábito diário, usando pelo menos FPS 30.

Use protetor mesmo em dias nublados

Muita gente só se lembra de passar protetor quando está sol ou quando está na praia. Mas este é um erro, já que os raios ultravioletas também estão presentes em dias nublados, embora em menor nível. Por isso, independente do tempo, use filtro solar.

Não se limite apenas ao protetor solar da maquiagem

Hoje, muitos cosméticos de qualidade já vem com protetor solar. São pós, bases, BB creams e muitos outros produtos. No entanto, não conte só com eles nos dias de verão: é preciso passar um filtro solar comum antes de se maquiar, já que a maquiagem pode não cobrir toda a área que precisa ser protegida. …continue lendo

Imagem: EveryStockPhoto
terça-feira , 18 de dezembro de 2018

Ideias para o Natal

...continue lendo
natal-300x200frefgre
quinta-feira , 29 de novembro de 2018

Como arrumar a casa para o fim de ano

...continue lendo
ggg
sexta-feira , 9 de novembro de 2018

Fim de semana: O que fazer?

...continue lendo
Créditos: Creative Commons/ UnB Agência
terça-feira , 2 de outubro de 2018

Conheça as vantagens da natação

...continue lendo
© TeleListas 2016.